quinta-feira, 29 de outubro de 2009

SAIBA UM POUCO DE MISSÕES... 
MISSÃO -  O IDE LEVADO A SÉRIO !

Janela 10 por 40

O que é a Janela 10/40 ?

JANELA 10/40 é uma faixa da terra que se estende do Oeste da África, passa pelo Oriente Médio e vai até a Ásia. A partir da linha do equador, subindo forma um retângulo entre os graus 10 e 40. A esse retângulo denomina-se JANELA 10/40.

Calcula-se que até hoje menos da metade da população mundial com as suas etnias e línguas tenham sido confrontadas com o evangelho. A outra parte, com sua maioria absoluta na Janela 10/40, representa uma grande multidão de cerca de 3,2 bilhões de pessoas que ainda são objetos dos empreendimentos missionários do povo de Deus.

Os países com as maiores populações não cristãs são: CHINA, ÍNDIA, INDONÉSIA, JAPÃO, BANGLADESH, PAQUISTÃO, NIGÉRIA, TURQUIA e IRÃ, todos na Janela 10/40.

Devido a estes fatos, torna-se primordial para nós, cristãos, neste novo milênio, focalizar nossos recursos, sejam espirituais, financeiros ou sociais, sobre o necessitado povo que vive na Janela 10/40.

Se desejamos mudar este quadro, devemos considerar alguns fatos de muita importância:

- O significado Bíblico e histórico

- O domínio do islamismo, do hinduismo e do budismo

- A pobreza acentuada

- A diversidade de línguas e culturas

- A concentração de seitas diabólicas

Países que formam a Janela 10/40

ORIENTE MÉDIO – 21 PAÍSES
Arábia Saudita, Argélia, Catar, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Irã, Iraque, Israel, Palestina, Jordânia, Kuweit, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Síria, Sudão, Tunísia e Turquia.


ÁFRICA – 12 PAÍSES
Benin, Burkina, Cabo Verde, Chade, Djibuti, Etiópia, Gâmbia, Guiné, Guiné-Bissau, Mali, Níger e Senegal.

ÁSIA – 21 PAÍSES
Afeganistão, Bangladesh, Barein, Butão, Camboja, China, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Filipinas, Índia, Japão, Laos, Malásia, Maldivas, Mongólia, Nepal, Paquistão, Sri Lanka, Tailândia, Taiwan (Formosa) e Vietnã.

EURÁSIA – 3 PAÍSES
Cazaquistão, Turcomênia e Tadjiquistão.

EUROPA – 4 PAÍSES
Albânia, Chipre, Gibraltar e Grécia.

Nem todos os crentes sabem que no mundo ainda há povos completamente ignorantes da existência de Jesus Cristo e seu plano redentor. Poucos se importam em saber que hoje no oriente há cristãos presos e sendo torturados por causa de sua fé. Quantos têm um programa intensivo de oração pelos povos não alcançados pelo evangelho? Saber que há povos cometendo suicídios e guerras, por falta de esperança ou fanatismo, não é um assunto que interessa a todos os cristãos.

Os cristãos no mundo estão direcionando apenas 1,2% do seu fundo missionário e de seus missionários estrangeiros para bilhões de pessoas que vivem no mundo evangelizado.

Há 28 países muçulmanos (sem incluir seis da antiga união soviética), 7 nações budistas, 3 Marxistas e 2 países hindus, formando o maior aglomerado de povos não alcançados.

Porque evangelizar os povos da Janela 10/40

- Porque ali vive o maior número de povos não alcançados pelo evangelho. Cobre 1/3 total do planeta e representa 2/3 da população do mundo. São cerca de 3,2 bilhões de - pessoas em 61 países.

- Porque ali está a maioria dos seguidores das 3 maiores religiões do mundo: Islamismo, Budismo e Hinduismo.

- Porque de cada 10 pobres na terra, 8 estão nessa região.

- Porque dos 50 países menos evangelizados do mundo 37 estão nessa área.

- Porque as maiores Capitais do mundo estão nessa região.

De acordo com os missiólogos, há diversidades no número de povos não alcançados pelo evangelho hoje. Para Ralph Winter, há 17 mil povos não alcançados e 12 mil línguas. David Barrete declara que são 11 mil o número total de povos não alcançados. Bob Waymire também arrola 11 mil povos diferentes no mundo. Patrick Johnstone avalia em 12.017 o total de povos não alcançados em todo o mundo. Subtraindo desse número os povos entre os quais há cristãos, missionários de fora e autóctones, restam apenas 1.200 povos a serem alcançados. Em sua perspectiva, 99% da população do mundo serão cobertos, inteiramente, com a mensagem do evangelho se ela for transmitida, no máximo, entre 400 e 500 línguas diferentes.

Então concluímos que missões, ainda não é um assunto sério para muitas igrejas. Enquanto templos são enfeitados e grande parte do tempo é utilizada para inúmeros programas, missões é ocasional, ainda não é assunto íntimo.

O Mundo dos povos não alcançados

Segundo alguns estudiosos, temos aqui algumas estatísticas:

- Cada hora 10700 crianças nascem e morrem sem escutar as Boas Novas em países da Janela 10/40;

- Cada hora de esforço missionário resulta em 9.800 pessoas escutando o evangelho pela primeira vez;

- O resultado é a redução no mundo não evangelizado de 500 pessoas a cada hora, ou pouco mais que 4 milhões de pessoas por ano.

- 9 em cada 10 países mais pobres do mundo estão na África e 8 destes são parte do mundo menos evangelizado.

Jogos completo de mapas sobre a janela 10/40

Missão se faz com os pés dos que vão, com os joelhos dos que oram e com as mão dos que contribuem... SEJA VOCÊ TAMBÉM UM MISSIONÁRIO!
  31 de maio de 2009


 Batismo em São Paulo


A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Paulo, Ministério do Belém, liderada pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, líder da CGADB e da CONFRADESP realizou mais uma grande festa, que foi o batismo de mais 1.604 novos crentes.


                             
O templo sede esteve repleto no ultimo domingo, 31 de maio, com a presença dos batizandos e seus acompanhantes, que vinham de todos os setores da igreja na capital e grande São Paulo, a alegria e prazer podia se perceber no olhar dos adolescentes que desceram às águas como também dos irmãos idosos.


O pastor José Wellington Costa Junior, vice-presidente da Igreja e também da Convenção Estadual foi o responsável pelo culto, muito usado por Deus ministrou uma poderosa mensagem que tocou no coração de todos os presentes.





POVOS DA ÁFRICA
Acima de 3.500 grupos étnicos Africanos, árabes, Imazinguens (Berberes), Europeus, Raças miscigenadas e Asiáticos.


• Línguas: 2.110 - 30,5% do total mundial. Línguas oficiais: Árabe no norte da África (7 países). Em outras áreas: Francês (22), Inglês (21), Português (4) e Espanhol (1). O aumento do emprego de línguas européias no sistema educacional tem desfavorecido o emprego das línguas nativas. Somente 6 nações usam oficialmente uma língua africana.

Tradução da Bíblia: A África ainda é um grande desafio para a tradução da Bíblia. Há muitas oportunidades para missionários tradutores. Línguas com as Escrituras: 130Bíblias, 237N.Testamentos, 250porções. Há trabalhos em progresso em 373 línguas, e necessidade de tradutores para mais 297. Este último número pode aumentar para 1.290 após cuidadosa pesquisa de campo.

ECONOMIA:

A economia da África está estagnada há 40 anos. Muitos países tornaram-se mais pobres, e somente alguns fizeram progresso. Muitas são as causas deste declínio:

• Crescimento populacional com rápido desmatamento e desertificação, muitos africanos sobrevivem da agricultura de subsistência.

• Baixo investimento em agricultura e desenvolvimento de métodos viáveis de produção, distribuição e venda de alimentos.

• Dirigentes corruptos que procuram o enriquecimento próprio ou de seu grupo étnico.

• Dívida externa e seu crescimento constante. Muitos países empobrecidos gastam mais tentando sanar sua dívida do que em saúde ou educação.

• Desastres naturais fomes devastadoras, provocadas por secas e guerras no Sahel e no Chifre da África, Etiópia e Somália.

• Doenças os terríveis efeitos da AIDS e o retorno de antigas pragas como a resisterite malária, a doença do sono, tuberculose, etc.Essas doenças têm sido as causas da desintegração de economias inteiras na África Central e no Sul do continente.

• A Guerra afetou profundamente 19 nações durante os anos 90. Muitas das guerras do mundo em 2000 foram na África. Países como Serra Leoa, Libéria, Congo-RDC, Burundi, Ruanda, Sudão, Eritréia e Somália têm sofrido imensos danos e fatalidades. Milhões de pessoas tornaram-se refugiados.

• O Índice de desenvolvimento humano (IDH) é uma medida de qualidade de vida de 174 nações. Dos últimos 40 países nesta lista, 33 são da África. Renda per capita: $660 (corresponde a 2% dos EUA

2 Timóteo

2:9 Por isso sofro trabalhos e até prisões, como um malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa.

2:15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade
   Momento de Reflexão:
De Graça

As duas palavras estavam em letras enormes na vitrine de uma loja, e atraíam grande multidão. Ao chegarem mais perto, viam as condições para a gratuidade: "para cada libra de chá comprado na loja, o cliente receberia, de graça, o açucar". O mundo em que vivemos está repleto de vitrines como a desta loja. Tudo nos é oferecido, vantagens enormes, facilidades inimagináveis, atraindo a atenção e, muitas vezes, iludindo os menos atentos.

O adversário de Deus usa da mesma estratégia. Aproveitando-se da inquietação e ansiedade do homem, sempre insatisfeito com tudo, sempre em busca de novidades que lhe possam trazer paz espiritual e reparação por erros cometidos, sem que para isso haja necessidade de compromissos, renúncias, sacrifícios ou mudança de vida, ele oferece toda sorte de possibilidades, fazendo com que o homem não perceba que, para cada oferta apresentada há sempre um custo, uma retribuição, algo que, mais adiante, este terá que pagar.

A "dádiva gratuita de Deus", em Romanos 6:23, não apresenta nenhuma condição.

Você já se apossou deste presente gratuito de Deus, a vida eterna, ou ainda está procurando outros caminhos nas vitrines incertas desta vida?
         Momento de Reflexão :
- Amar... É Fácil

Esta história é sobre um soldado que finalmente estava voltando para casa, após a terrível guerra do Vietnã. . .

Ele ligou para seus pais, em São Francisco, e lhes disse:

(Filho) - Mãe, Pai, eu estou voltando para casa, mas, eu tenho um favor a lhes pedir.

(Pais) - Claro meu filho (emocionados), peça o que quiser!

(Filho) - Eu tenho um amigo que eu gostaria de trazer comigo.

(Pais) - Claro meu filho, nos adoraríamos conhecê-lo!!!!

(Filho) - Entretanto, há algo que vocês precisam saber, ele fora terrivelmente ferido na última batalha, sendo que ele pisou em uma mina e perdeu um braço e uma perna. O pior é que ele não tem nenhum lugar para onde ir e, por isso, eu quero que ele venha morar conosco.

(Pais) - Eu sinto muito em ouvir isso filho, nós talvez possamos ajudá-lo a encontrar um lugar onde ele possa morar e viver tranqüilamente! (assustados).

(Filho) - Não, mamãe e papai, eu quero que ele venha morar conosco! (emocionado e muito nervoso)

(Pais) - Filho, disse o pai, você não sabe o que está nos pedindo. Alguém com tanta dificuldade, seria um grande fardo para nós.

Nós temos nossas próprias vidas e não podemos deixar que uma coisa como esta interfira em nosso modo de viver. Acho que você deveria voltar para casa e esquecer este rapaz. Ele encontrará uma maneira de viver por si mesmo (constrangidos) Neste momento, o filho bateu o telefone. Os pais não ouviram mais nenhuma palavra dele. Alguns dias depois, no entanto, ele receberam um telefonema da polícia de São Francisco. O filho deles havia morrido depois de ter caído de um prédio. A polícia acreditava em suicídio. Os pais angustiados voaram para São Francisco e foram levados para o necrotério a fim de identificar o corpo do filho. Eles o reconheceram, mas, para o seu horror, descobriram algo que desconheciam: O filho deles tinha apenas um braço e uma perna.

Os pais, nesta história são como muitos de nós. Achamos fácil amar aqueles que são bonitos ou divertidos, mas, não gostamos das pessoas que nos incomodam ou nos fazem sentir desconfortáveis.

De preferência, ficamos longe destas e de outras que não são saudáveis, bonitas ou "espertas" como "nós acreditamos que somos". Dou Graças a DEUS por nos enviar Seu Filho Jesus Cristo que não nos trata desta maneira. Alguém que nos ama com um amor incondicional, que nos acolhe dentro de uma só família. Esta noite, antes de nos recolhermos, façamos uma pequena oração para que DEUS nos dê a força que precisamos para aceitar as pessoas como elas são, e ajudar a todos, a compreender aqueles que são diferentes de nós. Há um milagre chamado AMIZADE, que mora em nosso coração. Você não sabe como ele acontece ou quando surge. Mas, você sabe que este sentimento especial aflora e você percebe que a AMIZADE é o presente mais precioso de Deus. Amigos são como jóias raras. Eles fazem você sorrir e lhe encorajam para o sucesso . Eles nos emprestam um ouvido, compartilham uma palavra de incentivo e estão sempre com o coração aberto para nós. Mostre aos seus amigos o quanto você se importa e é grato a eles.

9 de outubro de 2009



Com 5.461 inscritos é encerrada a 63ª EBO - Escola Bíblica de Obreiros da AD Ministério do Belém

9 de outubro de 2009


Novos Ministros para servirem a igreja também na Capital

O Culto da noite de quinta feira, 01 de outubro, além de contar com a cooperação de vários conjuntos setoriais, teve como preletor o pastor Joel Freire da Costa, Presidente da CONFRADEB-USA, Convenção das ADs Brasileiras nos Estados Unidos e também missionário da AD - Belém.

O Dirigente do culto foi o pastor José Wellinton Bezerra da Costa.O cantor Marcelo Santos da Patmos Music, selo fonográfico da CPAD louvou ao Senhor com dois de seus hinos e com a igreja louvou o hino 46 da Harpa Cristã.

Após a poderosa mensagem foi então iniciado as consagrações. Foram separados para servirem a igreja do Senhor nos setores ligados diretamente a Sede no Belenzinho: 97 - Evangelistas e 02 - Pastores, vindo de outras igrejas, ministérios, convenções, foram reconhecidos 16 - Evangelistas e 14 - pastores e 73 Evangelistas tiveram suas credenciais trocadas para pastores.

Nova Mesa Diretora - CONFRADESP - Biênio 2010-2011


PRESIDENTE: Pr. José Wellington Bezerra da Costa

1º VICE-PRESIDENTE: Pr. Carlos Padilha de Siqueira

2º VICE-PRESIDENTE: Pr. José Wellington Costa Junior

3º VICE-PRESIDENTE: Pr. Antonio Munhoz

1º SECRETÁRIO: Pr. José Prado Veiga

2º SECRETÁRIO: Pr. Paulo Roberto Freire da Costa

3º SECRETÁRIO: Pr. João Carlos Padilha de Siqueira

1º TESOUREIRO: Pr. Emanuel Barboza Martins (Eleito)

2º TESOUREIRO: Pr. Jeziel Padilha de Siqueira (Eleito)

SECRETÁRIO ADJUNTO: Pr. José Fernandes Filho

    " ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DO BELÉM"
       Novo Templo da Assembléia de Deus
       Ministério do Belém em São Paulo
       Rua: Conselheiro Cotegipe nº 273
       Belenzinho-SP

        Atenção!
 Dia 02 de Novembro haverá reunião com todos os obreiros na Sede do Belenzinho em SP.

1ª Segunda-Feira de NOVEMBRO haverá reunião!

Nossa tradicional reunião

Local: Rua Conselheiro Cotegipe,273 Belenzinho - São Paulo

iniciar-se-á às 09h00.

Faça a sua caravana e venha estar conosco!

E às 19h00 - Culto em ação de graças pela vida do nosso,

Pastor Wellington Junior,
vice-presidente de nossa igreja em São Paulo.
Pastor Samuel Câmara assume AD em S. José dos Campos


25 Outubro 2009  por Pr. Antônio Mesquita

Pr. Samuel Câmara

Pastor Samuel Câmara (AD/Belém-PA) assumiu hoje à noite, a presidência da Assembleia de Deus em São José dos Campos-SP. Pastor Antônio Luiz Sellari, líder até então da referida igreja, há cerca de 20 anos, foi jubilado em AGE realizada na igreja.

A família do pastor Samuel Câmara estava presente, sua esposa Rebekah e seus filhos, bem como seu pai, pastor Severo e seu irmão pastor Jônatas Câmara (AD/Manaus).

Em breve divulgaremos mais informações.

   ( consulta site: http://fronteirafinal.wordpress.com/ )
Pará assume igreja em SP e provoca euforia


26 Outubro 2009 por Pr. Antônio Mesquita

Templo Central da AD em São José dos Campos-SP

Segundo informações extra-oficiais, a AD em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, recebida pelo pastor Samuel Câmara, neste domingo (25/10), poderá ser pastoreada por Enaldo Brito, atual pastor do templo-central em Belém. Ele figura como um de seus homens de frente e recebeu convite do pastor Samuel, para assumir a referida igreja. Por outro lado, segundo a mesma fonte, um dos mais cotados para substituir pastor Enaldo é o “pastor de Casais da igreja”, Felipe Nunes.

Embora líder da igreja em Belém, pastor Samuel Câmara permanecerá como pastor-supervisor de todas as igrejas. E para dinamizar suas viagens semanais, na ponte Pará-Rio de Janeiro, onde são realizadas as gravações da Rede Boas Novas, no Recreio, Zona Sul do Rio, incluindo agora São José dos Campos, pastor Samuel adquiriu um avião com capacidade para seis lugares.

Sob disputa

Essa mesma igreja recebida em São José dos Campos é alvo de disputa entre o seu antigo líder e o Belenzinho (SP), que reclama seu domínio eclesial. O próprio Ministério do Belenzinho, já na época da liderança do pastor José Wellington, foi quem empossou pastor Luiz Sellari, há quase 20 anos.

Portanto, a igreja estava ligada ao Belenzinho, mas pastor Sellari declarou total autonomia, com a intenção de não mais aceitar o domínio eclesial de São Paulo. Desde então, provocou a separação e abertura de nova igreja, pastoreada por Francisco Sales e formada de membros não mais solidários ao líder e que solicitavam sua substituição havia anos.

Ainda segundo informações extra-oficiais e não confirmadas, há outros Estados, com líderes em fase de jubilação, com conversações adiantadas para que pastor Samuel assuma tais igrejas.

Clichês na web

Duro de suportar são os jargões infantis, próprios de movimentos que se iniciam, pois lançam para a ideia de um novo lado assembleiano, além de inspirar uma diáspora nas ADs. Cremos que isso seja de grupos isolados, de obreiros imaturos, sem o aval do pastor Samuel Câmara.

  (consulta site:  http:// fronteirafinal.wordpress.com/2009)
ESCATOLOGIA


Escatologia significa "Doutrina das Últimas Coisas" e, portanto, tem como escopo o estudo das profecias concernentes ao fim desta era e a volta de Cristo.

I. A SEGUNDA VINDA DE CRISTO

A) Sua Realidade:

Já no tempo dos apóstolos a segunda vinda de Cristo era negada (IIPe.3:4), e ainda hoje encontramos pessoas que negam a realidade desta doutrina. Por isso é necessário demonstrar, pelas Escrituras, a sua realidade. Ela é estabelecida por vários testemunhos bíblicos: 1) Pelo Testemunho dos Profetas (Zc.14:3-5; Ml.3:1; Ez.21:26,27). 2) Pelo Testemunho de João Batista (Lc.3:3-6). 3) Pelo Testemunho de Cristo (Jo.14:2,3). 4) Pelo Testemunho dos Anjos (At.1:11). 5) Pelo Testemunho dos Apóstolos (Mc.13:26; Lc.21:27; IJo.3:1-3; Tg.5:7; IPe.1:7,13; ITs.4:13-18; Hb.9:27).

B) A Natureza da Segunda Vinda:

1) Não é Espiritual:

a) Como a vinda do Espirito Santo no Pentecostes.

b) Como na conversão do pecador.

c) Como na conversão do mundo, pela expansão do cristianismo (Lc.18:8; IITs.2:13-12; ITm.4:1; Lc.17:26-30).

2) É Literal:

a) Pessoal e Corporal: A parousia indica presença pessoal (At.1:11; ITs.4:14-17). A palavra parousia é usada nas seguintes passagens: (Mt.24:3,27,37,39; ICo.1:8;15:23; ITs.2:19; ITs.3:13;4:15;5:23; IITs.2:1; Tg.5:7; IIPe.1:16;3:4,12; IJo.2:28; e nas seguintes passagens referindo-se a homens: (ICo.16:17; Fp.2:12; IICo.10:10)

b) Visível: A apokalupsis indica a visibilidade da vinda do Senhor (Ap.1:7,9-11; Mt.24:26,27,30; Lc.21:27; Tt.2:13; IJo.3:2,3; Is.52:8; Os.5:15). O termo apokalupsis é usado nas seguintes passagens: (Rm.8:19; IITs.1:7; IPe.1:7,13;4:13) Obs.: O termo epiphaneia (aparição, manifestação) é usado tanto para o primeiro advento (IITm.1:10), como para o segundo (IITs.2:8; ITm.6:14; IITm.4:1,8; Tt.2:13).

3) É Súbita (Ap.22:7,12,20; Mt.24:27).

4) É Iminente, do ponto de vista profético (Tt.2:13; Hb.9:28; ITs.1:9,10; Rm.13:11).

5) É Próxima, do ponto de vista histórico (Lc.21:28; Mt.16:3;24:33;24:3).

6) Em duas Fases (Sf.2:3). a) A primeira fase: O arrebatamento da igreja, nos ares (ITs.4:16,17; Jo.14:3); a parousia.. b) A segunda fase: A revelação ao mundo, na terra (IITs.1:7-9;2:7,8; Cl.3:4; Ap.1:7; Jl.3:11; ITs.3:11; Zc.14:4,5; Jd.14).

7) Analogias: Há na Bíblia algumas analogias interessantes a estes dois aspectos da segunda vinda.

a) Davi: A volta de Davi da outra banda do Jordão depois de Abraão e seus seguidores terem sido derrotados, a ida de Judá ao seu encontro, e a volta dos dois juntos para Jesuralém (IISm.19:10-15,40; IISm.20:1-3).

b) Joiada: A revelação particular de Joiada aos capitães e aos cários, e sua revelação pública um pouco mais tarde (IIRs.11:4-12).

c) Pedro: O encontro de Pedro com Jesus, andando sobre as águas. Pedro foi até Ele, e os dois voltaram juntos para o barco (Mt.14:22-34).

d) Paulo: Quando Paulo aproximou-se de Roma, os irmãos foram ao seu encontro e todos voltaram juntos para a capital (At.18:15,16).

e) Isaque: O encontro de Isaque com Rebeca (Gn.24). Neste trecho Abraão é um tipo de um Rei que faria o casamento de seu Filho (Mt.22:2). O Servo anônimo um tipo do Espirito Santo, que não fala de si mesmo mas das coisas do Noivo para conquistar a noiva (Jo.16:13,14), e que enriquece a noiva com presentes do Noivo (ICo.12:7-11; Gl.5:22-23), e que traz a noiva ao encontro do Noivo (At.13:4;16:6-7; Rm.8:11; ITs.4:14-17). Rebeca é um tipo da igreja, a virgem noiva de Cristo (Gn.24:16; IICo.11:2; Ef.5:25-32). Isaque, um tipo do Noivo, a quem não havendo visto, a noiva ama através do testemunho do Servo anônimo (IPe.1:8), e que sai ao encontro de Sua noiva para recebê-la (Gn.24:63; ITs.4:14-17). Estes incidentes não provam a teoria, mas ilustram a dupla natureza da volta de Cristo.

8) Pré-Tribulacional: A primeira fase (Ap.3:10). 9) Pré-Milenista: A primeira e segunda fase (IITm.2:12).

C) Os Sinais Precedentes da Segunda Vinda:

1) Sinais nos Céus (Lc.21:25a).

2) Sinais na Terra (Lc.21:25b; Mt.19:28;24:6-8).

a) Terremotos (Mt.24:7)

b) Pestes (Mt.24:7)

c) Guerras e fome (Mt.24:7).

d) Progresso científico (Dn.12:4; Na.2:4).

e) Apostasia (ITm.4:1; IITm.4:1-4; IIPe.2:1,2).

f) Tempos difíceis (IITm.3:1-5; Tg.5:1-8).

II. A TRIBULAÇÃO

Imediatamente após o arrebatamento da igreja inicia-se um período de tempo, na terra, que a Bíblia chama de tribulação.

A) Tipos de Tribulação:

Os teólogos se dividem em três diferentes correntes

1) Mid-Tribulacionistas: Os defensores desta opinião acreditam que a igreja vai passar pela primeira metade da tribulação, e será arrebatada no meio (mid) dos dois períodos de três anos e meio cada. Seus defensores citam At.14:22 para fundamentar esta opinião.

2) Pós-Tribulacionistas: Estes acreditam que a igreja passará por todo o período da tribulação, e será arrebatada apenas após a tribulação, por ocasião da segunda vinda de Cristo. Eles não distinguem a segunda vinda em duas fases.

3) Pré-Tribulacionistas: Os defensores desta doutrina acreditam que a igreja não passará pela tribulação, pois será arrebatada antes que ela se inicie(Ap.3:10; Rm.5:9; ITs.1:10;5:9)

B) O Período da Tribulação:

Segundo as Escrituras o período da tribulação é de sete anos, um período que será abreviado por causa dos eleitos (Mt.24:22).

1) Identificado com a 70 semana:

A tribulação é também chamada de septuagésima semana de Daniel. Deus revelou a Daniel que 70 semanas de anos (Ez.4:5,6; Gn.29:27; Lv.25:8; Dn.9:2,24) estavam determinada sobre Israel. Estas 70 semanas inciaram-se com a volta de Neemias e com a reconstrução dos muros e da cidade de Jerusalém (Dn.9:25; Ne.2:1-8). O sacrifício de Cristo na cruz ocorreu depois da 69 semana (Dn.9:25), bem como a destruição de Jerusalém em 70 d.C. A última semana, ou seja a septuagésima, mencionada em Dn.9:27, ainda não se cumpriu, demonstrando que há uma quebra na sucessão das semanas, por um período de tempo indeterminado, entre a 69 e a 70 semana, período este reservado para os gentios (Lc.21:24).

2) Dividido em dois Períodos:

Esta última semana divide-se em dois períodos de três anos e meio cada um. a) Anos: A expressão "um tempo, tempos e metade de um tempo" (Dn.7:25;12:7; Ap.12:14) se refere a "um ano, dois anos e metade de um ano", o que eqüivale a "três anos e meio". b) Meses: Este período de três anos e meio eqüivale ao período de "quarenta e dois meses" mencionado na Bíblia (Ap.11:2;13:5). c) Dias: O mesmo período também identificado na Bíblia por dias: "1.260 dias" (Ap.11:3;12:6; Dn.12:11,12).

3) A Primeira Metade da Tribulação:

a) Aliança de Israel com o Anticristo (Dn.9:27; Jo.5:43; Is.28:14-18).

b) As duas testemunhas (Ap.11;3).

4) A Segunda Metade da Tribulação: Chamada de grande tribulação ou angústia de Jacó (Mt.24:21; Jr.30:7; Dn.12:1).

a) Perseguição aos judeus (Ap.11:2;12:6,14).

b) Perseguição aos convertidos (Ap.7:13,14).

c) A besta política, o Anticristo (Ap.13:1-10).

d) A besta religiosa, o Falso Profeta (Ap.13:11-18)

e) Os 144.000 judeus (Ap.7:4-8;14:1-5).

f) Abominação desoladora (Dn.9:27;12:11; Mt.24:15; Ap.13:14,15; IITs.2:9).

III. O MILÊNIO

Depois da tribulação Cristo voltará à terra com Seus santos e inaugurará o reino milenial (Ap.20:2-7). A palavra millennium vem do latim mille e annus que significa mil anos. O termo grego usado na Bíblia é chiliasm (quiliasmo).

A) Tipos de Milênio :
1) Amilenistas: Os que defendem esta posição não crêem na literalidade do reino milenial. Para eles o milênio é uma realidade puramente espiritual, que se estende do primeiro advento ao segundo advento de Cristo, período este que já se completou quase 2.000 anos, e que culminará na grande tribulação para restauração da igreja e o progresso do testemunho do evangelho.

2) Pós-Milenistas: Tal como os amilenistas, os pós-milenistas colocam a segunda vinda e o arrebatamento da igreja depois do milênio e da tribulação. eles identificam a tribulação com a revolta de Gogue e Magogue (Ap.20:8,9). Os pós-milenistas acreditam que a história avança em direção à cristianização do mundo pela igreja, e que haverá um milênio futuro de duração indeterminada.

3) Pré-Milenistas: Para estes o milênio é futuro e literal de mil anos na terra, que vem precedido pela tribulação, e é posterior a segunda vinda. Há dois tipos de pré-milenismo, a saber: a) Pré-Milenismo Histórico: Colocam o milênio depois da tribulação, mas crêem que a tribulação será um período breve e indeterminado de aflição. b) Pré-Milenismo Dispensacionalista: Estes vinculam a tribulação à 70 semana de Daniel, e, assim, baseado nela, consideram a sua duração por um período de sete anos.

B) A Natureza do Milênio:

1) Cristo Reinará (Zc.14:9).

2) Davi Reinará (Ez.34:23,24;37:24; IICr.13:5; At.15:16).

3) Os Crentes Reinarão (Dn.7:18; Ap.5:10).

4) Haverá Justiça (Is.32:1; Sl.66:3;81:15; Zc.14:17-19).

5) Haverá Conhecimento de Deus (Is.11:9; Jr.31:34).

6) Haverá Paz (Is.2:4;9:6,7)

7) Haverá Prosperidade (Is.35:1,2;51:3; Am.9:13).

8) Haverá Longevidade de Vida (Is.65:20;33:24).

IV. AS RESSURREIÇÕES

A) Ensinada pelo Antigo Testamento

(Jó 19:25-27; Sl.16:9-11;17:15; Is.26:19; Os.13:14; IIRs.4:32-35;13:20,21 IRs.17:17-24; Dn.12:2).

B) Ensinada pelo Novo Testamento

(Jo.5:21,28,29; IPe.1:3 At.26:8,22,23;23:6-8; Jo.6:39,40,44,54; Lc.14:13,14;20:35,36; ICo.15:22,23; ITs.4:14-16; Fp.3:11; Ap.20:4-6,13,14; Jo.11:41-44; Lc.7:12-15;8:41,42,49-56; Mt.27:52,53; Mt.28; Jo.20).

C) A Natureza da Ressurreição:

1) Universal (Jo.5:28,29).

2) Dupla (Dn.12:2; Ap.20:4,5).

a) A primeira ressurreição: Em cinco etapas:

- Cristo: as primícias (ICo.15:23a; Mt.27:52,53).

- Igreja: pré-tribulacionista (talvez representada por Enoque Hb.11:5;ICo.15:23b; ITs.4:13-15).

- Duas testemunhas: mid-tribulacionista (Ap.11:11).

- Mártires da grande tribulação e santos do Antigo Testamento: pós-tribulacionista (Dn.12:1; Is.26:19; Ez.37:12-14; Ap.20:4).

- Salvos do milênio: pós-milenista.

b) A segunda ressurreição (Jo.5:29b; Ap.20:5a,12-14).

D) Características do Corpo Ressuscitado:

1) Do Crente:

a) Identificado com o corpo sepultado (Jó 19:25-27; Lc.24:31; At.7:55,56)

b) Semelhante ao de Cristo (IJo.3:2).

c) Real (Lc.24:39).

d) Livre de limitações terrenas (Jo.20:19).

2) Do Incrédulo: Mortal e corrupto (Mt.5:29;10:28; Ap.20:12,13;21:8; Gl.6:7,8).

V. OS JULGAMENTOS:

A) O Juiz:

1) Deus (Rm.1:32;2:2,3,5,6;14:12; Sl.9:7,8;96:13).

2) Cristo (Rm.2:16;14:10-12; At.17:31; Jo.5:22,23,27; IICo.5:10; At.10:42; IITm.4:1).

3) Os Santos como Auxiliares (Sl.149:9; Ap.2:26;3:21; ICo.6:2,3).

B) Natureza do Julgamento:

1) Bema = Tribunal (ICo.4:5; Ap.22:12; ICo.3:13-15; Jo.5:24; IICo.5:10).

2) Israel (Sl.50:1-7; Is.1:2,24,26; Ez.20:30-44; Jl.3:2; Ml.3:1,17; Mt.25:31,32; Zc.14:1,2).

3) Gentios (Sl.9:7,8;96:12,13; Zc.14:1,2; Mt.25:31,32).

4) Besta e Falso Profeta (Ap.19:20).

5) Anjos (Mt.25:41; ICo.6:3; Jd.6; IIPe.2:4).

6) Satanás (Ap.20:10).

7) Juízo Final = Trono branco (Ap.20:5a,11; At.24:14; Jo.5:29; Ap.20:12,13,15;21:8; ICo.4:5;15:28; Hb.9:27; Rm.2:5,6; Mt.12:36; IICo.5:10).

--------------------------------------------------------------------------------

PROFECIAS E SIMBOLOGIA PROFÉTICA

Apocalipse 2:29 - "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas". Toda tipologia profética traz verdades profundas dos planos de Deus para a humanidade. Tipo é a expressão que antecede o teor exato dum cumprimento futuro. A palavra de Deus utiliza-se do elemento chamado tipo, para expressar verdades doutrinárias que tem como objetivo central o Senhor Jesus Cristo. A humanidade atual deveria se preocupar não somente em pesquisas intermináveis e em desenvolvimentos colossais nas suas áreas diversas mas, preocupar se existe um ser superior, um supremo arquiteto, um maestro por excelência, o Deus de todos os espíritos que nos revelou em sua eterna palavra, as coisas que deveriam acontecer ( Mateus 24:35 - "O céu e a terra passarão mas as minhas palavras não hão de passar" ). MAS O ESPÍRITO EXPRESSAMENTE DIZ ... - I TIMÓTEO 4:1A Texto áureo da tipologia profética: II Reis 11:1-4 , 11-17 II Reis 11:1-4 - "Vendo Atalia, mãe de Acazias, que seu filho era morto, levantou-se, e destruiu toda descendência real, mas Jeoseba, filha do rei Jorão, irmã de Acazias, tomou a Joas, filho de Acazias, e o furtou dentre os filhos do rei, os quais matavam, e o pôs a ele e a sua ama numa câmara interior, e assim esconderam de Atalia, e não foi morto. Jeoseba o teve escondido na casa do Senhor seis anos, nesse tempo Atalia reinava sobre a terra. No sétimo ano mandou Joiada chamar os capitães dos cários e os fez entrar à sua presença na casa do Senhor, fez com eles aliança, e ajuramentou-os na casa do Senhor e lhes mostrou o filho do rei". II Reis 11-17 - "Os da guarda se puseram, cada um de armas na mão, desde o lado direito da casa real até o lado esquerdo, e até o altar e até ao templo, para rodear o rei. Então Joiada fez sair o filho do rei, pôs-lhe a coroa e lhe deu o filho do testemunho; eles o constituíram rei, e o ungiram, e bateram as palmas, e gritaram: Viva o rei !. Ouvindo Atalia o clamor dos da guarda e do povo, veio para onde este se achava na casa do Senhor. Olhou, e eis que o rei estava junto à coluna, segundo o costume, e os capitães e os trombetas junto ao rei, e todo o povo da terra se alegrava, e se tocavam trombetas. Então Atalia rasgou seus vestidos, e clamou: Traição, traição! Porém o sacerdote Joiada deu ordem aos capitães, que comandavam as tropas e disse-lhes: Fazei-a sair por entre as fileiras e se alguém a seguir, matai-o à espada. Porque o sacerdote havia dito: Não a matem na casa do Senhor. Lançaram mão dela e ela, pelo caminho da estrada dos cavalos e foi à casa do rei onde a mataram. Joiada fez aliança entre o Senhor e o rei e o povo, para serem eles o povo do Senhor; como também entre o rei e o povo". Uma mulher impiedosa, cruel e fria, sem escrúpulos pessoais que não fazia por esconder o seu ódio ao povo de Israel, tomou para si o poder do reino de Judá, matou cruelmente os nobres, do reino, quando viu morto o seu filho Acazias. Era filha da ímpia rainha Jezabel, mulher de Acabe, cujo governo fora movido pela idolatria, perversão e perseguição aos servos do Senhor, como nos mostra I Reis 19:10 contra o profeta Elias, o tesbita. Atalia, filha da rainha Jezabel, é para nós hoje a ilustração profética da última sociedade ou camada social e religiosa, anticristã oposta completamente ao povo de Deus, às verdades bíblicas e à Sião, cidade de Deus. Apocalipse 17:1-6 - "Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e a das abominações da terra". Atuações visíveis da Babilônia espiritual dos nossos dias A prostituta Babilônia se aplica ao ecumenismo sob liderança do líder do Vaticano, o império papal. Diversos comentaristas e expositores bíblicos defendem a posição doutrinária de que, após o 2o século da era cristã, a igreja romana apostatou-se do Deus da Bíblia . As ideologias propagadas atualmente em todo ocidente e oriente sob orientação papal.

A) O Vaticano não reconhece Israel como estado, e capital.

B) O ideal da igreja romana é internacionalizar Jerusalém, no sentido político, comercial e religioso.

C) Diante deste suporte mundial, ceder o poder do estado de Israel para o Vaticano dando-lhe supremacia, seria dessa forma o possível poder para o ecumenismo ser manipulado de forma ampla e irrestrita, bem no centro de todas as religiões mundiais.

D) Observemos como diversos movimentos modernistas em todos os países tentam de forma simulada imitar a mensagem protestante e do Evangelho do Senhor Jesus, com uma espécie de fermento, procurando diluir ou mesclar os grupos ou camadas religiosas mais consistentes e sólidas na verdadeira doutrina bíblica, a fim de arrebanhar o maior número possível de almas, quais servirão, tão somente, para serviço e adoração do grande ditador do futuro.( Referência: Apocalipse 13:16-18 )

--------------------------------------------------------------------------------

AS DUAS BABILÔNIAS

A Babilônia Política ( Referência: Apocalipse 17:8-17 )

Interpreta-se profeticamente, no livro do Apocalipse, que o império e o sistema confederado da besta, o último estágio de governo e forma de ditadura que a terra vai presenciar, qual terá seu final em Armagedon ( Meguido ).

A Babilônia Eclesiástica

( Referência: Apocalipse 17:1-7, 18, 18:1-18 )

Toda a expressão do cristianismo apóstata que se encontra fora da doutrina ( doutrina essa que afirma ser Jesus o Senhor, Salvador e Mediador entre a humanidade e Deus ) o papado tem sido precursor e atual incentivador do ecumenismo mundial. A Babilônia Eclesiástica é a grande meretriz espiritual dos dias atuais, e terá seu enfoque nos dias do anti-Cristo ( Apocalipse 17:1 ) será destruída, pela Babilônia Política. Somente a besta ( o grande ditador do futuro, o füher dos anos cibernéticos ) reivindicará adoração a si próprio, através dos seus meios, para que lhe seja dado culto e adoração ( Referências: II Tessalonissences 2:3-4 e Apocalipse 13:15 ).

Nota - Estas duas babilônias serão destruidas literalmente pelo Senhor Jesus em sua volta triunfal. Amado leitor, lembre-se de que o Senhor Jesus adentrou em Jerusalém, montado em um jumentinho como Rei de paz, as crianças e os simples clamavam: Hosanas, hosanas, hosanas! Nesta ocasião, no desenrolar dos tempos finais ( a grande tribulação ) Ele virá sobre as nuvens em um cavalo branco, como Rei que em sua mão leva o seu cetro de domínio para reger as nações.

Ano Santo 2000 - Expo 2000 Hannover Existe um esforço incalculável de Roma para tentar unificar todas as expressões de fé da humanidade. Este encontro visa canalizar estes esforços e procura resgatar o terreno perdido pelo poder da Verdade da Palavra. Para o Vaticano, de nossos dias, isto representará a celebração da unidade da fé. Ainda não se conseguiu responder às 95 teses de Martinho Lutero e já se pensa em unificação universal. Será isto possível ? Referências - Apocalipse 19:11-21 , Daniel 9:27 , Mateus 24:21 , 24:29-30 , Apocalipse 16:14 , 19:1-6.

Ecumenismo

- É o sistema integrado e universalizado, globalizando conceitos religiosos, filosofias e bases doutrinárias; sistema pela qual se pode haver um líder maioral e os demais líderes em ocupação subalterna. Um falso casamento, Israel e Roma - ( Referências: Isaías 28:18 e II Reis 8:16-19 ) Israel, hoje, busca a paz a qualquer preço e estende as suas mãos às nações ocidentais, prova disso concordam os registros sobre tecnologia de ponta de que Israel têm se despontado em sua aprimorada tecnologia a nível destacado no ranking mundial. Ao mesmo tempo, estende as suas mãos para Roma e comenta-se em todo o mundo atual, uma possível visita de Carol Voittilla à Jerusalém. Vemos no conceito bíblico que este casamento não foi e não é agradável ao Senhor, este casamento tem natureza tendenciosa, assim como foi de teor maligno, para os reinos do Norte e reinos do Sul de Israel. A Bíblia comenta uma nova aliança de Israel com o império da morte ( Isaías 28:18 ) - morte biblicamente indica separação eterna de Deus.

Ataque direto de Satanás à raiz de Davi - ( Referências: II Reis 11:1-3 )

Esta mulher, Atalia, foi usada pelo arquinimigo de Deus para tentar bloquear a vinda do Senhor Jesus, como está em Gênesis 49:8-12. Vemos que o Senhor Jesus Cristo é o Leão da Tribo de Judá ( Miquéias 5:1 , Hebreus 7:14, Apocalipse 5:5 ). O principal alvo de uma entidade ou espírito anti-cristão é impedir que Jesus reine.

A) Atalia - significa 'O Senhor oprime' , percebemos então uma alusão ao tempo de grande opressão à Israel ( tempo de angústia para Jacó - Jeremias 30:7 ), o final do tempo anti-cristão antes da volta do Senhor Jesus e considerando a palavra profética de Daniel ( Daniel 9:20-27 ). Outra alusão é que Atalia reinou até o 7o ano antes que chegasse o seu fim ( II Reis 11:1-4 ), o número 6 caracteriza o número de uma atmosfera anti-cristã ( Apocalipse 13:16-18 ).

B) Atalia - significa 'O Senhor manifestou a sua grandeza' também fica autenticado que durante 7 anos de tribulação, o Senhor manifestará o seu grande poder voltado à Israel ( Apocalipse 11:15 ). A Jesabel dos últimos dias - ( Referência: Apocalipse 2:20 ) De forma profética, a carta do Senhor Jesus à igreja de Tiatira refere-se à igreja sob liderança papal, que durante séculos adquiriu este caráter, imitando o que é real, mas não o é. Em 1997, a sua simulação torna-se ainda mais ampla e acelerada, tentando reconquistar uma posição honesta e exclusiva com Deus mas, é impossível pois deixou de adorar ao Senhor Jesus para adorar uma mulher mortal com o nome de Maria, não ressurreta, humana e comum. Segundo a teologia romana, a mulher do sol, em Apocalipse 12:1-2, é Maria citada por eles. No Vaticano quem dita as normas para adoração é a rainha do céu. Existem 12 estrelas sobre a sua cabeça e deveríamos atentar para este detalhe, que está na bandeira da progressiva União Européia. Assim, como Jesabel esteve em lugar errado nos dias de Israel, adorou a Baal e matou os santos, Maria também, ocupa o lugar errado para o verdadeiro cristianismo do Novo Testamento deixado pelo Senhor Jesus. Ela mesmo declarou-se profetiza ( Apocalipse 2:20 ).

Contrastes Bíblicos e Sacrifícios Errados e Comuns

A) A missa como sacrifício pelos pecados ( século IV 370 AD ) em contraste com o que diz a palavra de Deus em Hebreus 10:12,14 e 18.

B) Celibato ( século XI 1074 AD ) - proíbem o casamento de seus ministros. Como se conduz então o ciclo biológico natural criado por Deus a toda a raça humana ?. Em contraste com a palavra de Deus ( I Timóteo 3:1-7 4:1-5 ).

C) Maria mãe de Deus - ( século V, ano 431 AD ) Há provas evidentes de que Deus não pode ser criado, Ele é criador. A palavra de Deus apresenta como real e verdadeira condição do ser humano a de se achegar a Deus através de seu Filho Jesus Cristo ( Referências: I Timóteo 2:5 , I João 2:1 , Hebreus 7:22-27 e I Pedro 3:18 ). Ênfase para João 3:16.

ECUMENISMO - MOVIMENTO FINAL

"Mas o que tendes, retende-o até que Eu venha" Apocalipse 2:25 Esta exortação e doutrina deveria chamar a atenção de forma abrangente pois, o Senhor Jesus ordena a João escrever ao anjo da igreja de Tiatira, igreja cuja interpretação contextual trata-se do povo liderado pelo governo papal ( idade média ); nesta passagem vemos que ( Apocalipse 2:18-29 ), o estado espiritual deste império eclesiástico é demasiadamente apóstata, contra Jesus e à sua doutrina, tolera a falsa profetiza, com seus ensinos, prostituições espirituais e profundezas de Satanás. Em Apocalipse 13:16-18 a Bíblia afirma que será dado à besta, o grande ditador do futuro, a besta, todo poder, inclusive de âmbito espiritual ( pois, Satanás requer adoração pessoal, e este cenário que se desenrolará após a grande tribulação, ou seja, na sua primeira metade II Tessalonicenses 2:1-12 , Mateus 24:15-35 ), é bem lógico que todo este cenário deverá ser preparado com grande antecedência. Podemos observar o avanço da humanidade na área da ciência, tecnologia, e tantas outras, mas sempre se afastando de Deus. O ecumenismo aspira ideais de grande poder, quem se unir a ele estará servindo a dois senhores. Jesus nos diz em João 10:1-18 que Ele é o nosso Sumo Pastor, o grande Dirigente em Chefe, não podemos ultrapassar esta eterna doutrina, pois Ele é o Caminho, e a Verdade e a Vida, e ninguém, em absoluto, chegará na eternidade para se apresentar a Deus, e para sempre com Ele estar, sem ser por este Caminho. EU SOU O ALFA E O ÔMEGA Apocalipse 1:8

SINOPSE

Glorifico e exalto o Nome do Senhor Jesus Cristo e dedico-Lhe este estudo e também a você meu amado(a) pois, dias vivemos em que muitos serão enganados e passarão a ter suas consciências cauterizadas por darem ouvidos a espíritos de demônios, não crendo no Evangelho genuíno do Senhor Jesus Cristo. A todos que aguardam ansiosamente a vinda do Senhor Jesus, digamos agora em uma só voz... Maranata, vem Senhor Jesus ! - I Coríntios 16:22 e Apocalipse 22:20


       (consulta do site Igreja Evangélica Assembléia de Deus Autor: Pr. Almir B. Almeida)
Anjos - Um Serviço Secreto !


Nossa reflexão é sobre identidade. Que nos identifica como cristãos, salvos, regenerados, nascidos de novo, tornados novas criaturas? Que convocação, chamada, temos da parte de Deus Pai que faz diferença no mundo em que vivemos e atuamos?

Deus Nos Chama Para Que Sejamos Adoradores

A tarefa primordial da Igreja de Jesus Cristo é celebrar o Seu Nome, adorá-Lo, cultuá-Lo. Afirmou o Senhor Jesus Cristo:

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade" João 4.23,24

Tudo o mais é decorrente do culto.

Foi para cultuar e adorar a Deus que fomos trazidos à fé e à salvação. Deus nos convoca para a adoração. No entanto, em muitos casos, apenas nos divertimos. Fomos chamados para cultuar, mas fazemos na igreja paródia de teatro, de circo, de programa de auditório; somos espectadores, quantas vezes, mas não cultuantes.

O objetivo da adoração é despertar a consciência da santidade de Deus. Um aspecto do culto é encontrado em Romanos 12.1:

"Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional" Romanos 12.1

O verdadeiro culto, então, é medido pela transformação de quem cultua pelo fato de estar na presença de Deus. Mede-se por uma nova visão de Deus, por uma compreensão que torna a caminhada diária, a aventura do dia a dia mais profunda com Deus na nossa vida, com Cristo no nosso coração, com o Espírito Santo segurando a nossa mão. O verdadeiro culto incomoda a nossa vida e o modo como temos vivido. Que falta em nossos dias em relação a essa reverência e temor a Deus? O que anda acontecendo em muitas igrejas evangélicas é mais programa de auditório que profundidade na palavra.

Mas há quem prefira o raso de uma religião infantil à profundidade do culto racional, do culto em espírito e do culto em verdade. E deste modo, quando o crente está com a sua vida apagada e cheia de desobediência, e de rebeldia e de pecado, o louvor não sai.

Deus Nos Chama Para Que Sejamos Intercessores

Oração é um fenômeno espiritual. Consiste numa queixa, num grito de angústia, num pedido de socorro. Consiste numa serena contemplação de Deus, princípio imanente e transcendente de todas as coisas.

A oração é um ato de amor e adoração para com Aquele a Quem se deve a vida. Ora-se como se ama, ou seja, com todo o nosso ser. Não há necessidade de eloqüência para que seja atendida. Foi o caso do cego Bartimeu, que ao ouvir que Jesus estava passando, exclamou "Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim!" Mc 10.46. Ele só tinha o grito. Nada mais.

Oração é uma batalha. Para essa batalha, temos que vestir a armadura do crente (Ef 6.11). Nela, enfrentamos hostes espirituais, os poderes de Satanás. Oração é prestar atenção a Deus. Você tira tempo para falar com Ele, o Pai, e, também, para ouvi-Lo.

Grandes intercessores na Bíblia não escolhem lugar para orar: Agar orou no deserto (Gn 21.16); Moisés fez acabar uma rebelião com oração (Ex 15.24,25); Ana teve um filho como resposta à oração (1Sm 1.27,28); Samuel derrotou uma nação inimiga pela oração (1Sm 7.9,10); Gideão provou a vontade de Deus através da oração (Jz 6.39,40); Elias pela fé e oração venceu os profetas de Baal (1Rs 18.37,38); Davi pediu misericórdia (Sl 51.10ss); Salomão santificou a Casa de Deus pela oração (2Rs 20.1,2,5); Ezequias acrescentou anos à vida pela oração (2Cr 18.3); Josafá saiu de uma situação difícil pela oração ((2Cr 18.3); Daniel pediu auxílio pela oração (9.16); Esdras recebeu orientação divina porque orou (Ed 8.21,22); Zacarias viu o sonho de sua vida realizado pela oração (Lc 1.13).

Você pode ser intercessor em qualquer lugar: Ezequias orou na cama (2Rs 20.1); Jonas em alto mar (Jr 2.1); Jesus o fez no Calvário (Lc 23.34); Jairo, na rua (Lc 8.41); Pedro orou no terraço (At 10.9); Paulo e Silas estavam na prisão (At 16.25), e um criminoso não nomeado o fez nos seus últimos momentos de vida (Lc 23.42).

Ora-se como se ama: com todo o ser. Não há necessidade de eloqüência para ser atendido, já o dissemos. Pedro fez uma oração com três palavras (Mt 14.30); o publicano com sete palavras (Lc 18.13); Salomão fez uma longa oração na consagração do templo (2Cr 6.12-42).

Mas, como orar? A Bíblia é tão clara...

Sem hipocrisia, exorta-nos Mateus 6.5. Hipocrisia é uma representação, uma peça de teatro; é faz-de-conta com extrema maldade (Mt 15.7,8).

Secretamente, ensina Mateus 6.6. Isso corresponde, até, a ficar a sós com Deus mesmo na multidão.

Com fé, atesta Hebreus (11.6).

De modo definido como o declara Mateus 6.7,8 e Marcos 11.24.

Com insistência, mesmo (Lc 18.1-7; Mt 15. 21.28).

Com submissão fala Romanos 8.21, aguardando o que Deus quer fazer em nós.

Com espírito de perdão, como expresso em Marcos 11.25,26.

E, por fim, em nome de Jesus(Jo 14.14).

Muita oração deixa de ser atendida por falta desses importantes elementos ou pela presença de motivos indesejáveis. São orações estéreis pelo egoísmo, mentira, orgulho, falta de fé e de amor, teimosia e desobediência a Deus (Zc 7.12,13; Dt 1.45; Pv 28.9), Pecado (Sl 66.18; Is 59.2; 1.15; Mq 3.4; Sl 66.18), desarmonia no lar ((1Pe 3.7); vaidade (Jó 35.12,13), falta de perdão (Mt 6. 14,15), indiferença (Pv 1.28), amor próprio exaltado e maus objetivos (Tg 4.3).

De tudo isso, decorre que quem ora tem senso de incapacidade e insuficiência, compreende necessitar de ajuda extra e clama a Deus. Paulo disse "A nossa suficiência vem de Deus" (2Co 3.5), e Jesus exortou que "... sem mim nada podeis fazer" (Jo 15.5b). Quem ora tem fé (Hb 11.6). Se quer ser atendido, ore com fé (Mt 21.21,22; Jo 11.40).

Deus Nos Chama Para Que Sejamos Facilitadores (1Co 16.14)

Temos de Deus muito o que repassar aos outros: o evangelho deve ser repassado (Mt 28.19,20). Porque somos facilitadores do reino de Deus, o produto da vida cristã deve ser repassado (Ef 2.8ss), o fruto do Espírito deve ser repassado (Gl 5.22,23). O fruto do Espírito é um programa de vida a ser facilitado, repassado e posto em ação:

AMOR (Cl 3.14). Deus é amor; o amor perdoa (1Co 13)

ALEGRIA (Rm 14.17). Não são sorrisos; "Alegrai-vos no Senhor"; Cuidado com a confiança mal colocada (deve ser posta no Senhor);

PAZ (Rm 12.18)

PACIÊNCIA (Cl 3.12,13).Mesmo na provocação;· BENIGNIDADE (Cl 3.12);

BONDADE (Gl 6.10);

FIDELIDADE (Pv 20.6)

MANSIDÃO e

DOMÍNIO PRÓPRIO (Pv 25.28)

Sobre o amor, lembremos que no evangelho há o amor de Deus por nós; o nosso amor por Deus; o nosso amor pelos outros.

Quanto ao amor de Deus por nós, conforme expresso em João 3.16; 1João 4.19. O que distingue o evangelho de qualquer outro sistema religioso, teológico ou filosófico é o verbo "dar". Deus deu. Agostinho ensinou que "Deus ama a cada um de nós como se só houvesse um de nós para amar".

Em relação ao nosso amor por Deus, amo realmente a Deus e a Cristo? Em João 21, há uma expressiva pergunta de Jesus: "Simão, filho de João [ponha seu nome e sobrenome], amas-me?" Como podemos ser facilitadores se perdemos o primeiro amor?

O terceiro tema é o nosso amor pelos outros. Ou colocamos em ação ou não somos facilitadores de coisa nenhuma.

Conclusão:

Quem somos?  Essa foi a pergunta proposta. Percebeu que responsabilidade temos? Adoradores, Intercessores e Facilitadores do reino de Deus. Como Ele é bom: elegeu-nos em Cristo, deu-nos uma comissão, sustenta-nos na obra, e espera que sejamos responsáveis. Dele dependemos; nEle esperamos.



         (consulta do site Estudos Bíblicos Autor: Pr. Jorge Pinheiro)
Palmeiras ao Vento


Após a tempestade, elas continuam firmes. Como conseguem? Dia após dia, as que estão nas proximidades das praias são batidas de forma implacável pelos ventos. Por que não sucumbem? Por que permanecem incólumes, apesar de sua aparente debilidade?
O segredo está na sua flexibilidade. Elas balançam de um lado para outro; dobram-se diante da impetuosidade da natureza; não lhe oferece resistência. Suas folhas estão sempre verdes; e se alegram e batem palmas à chegada dos ventos. Na chuva ou no sol, lá estão elas nos enlevando com sua beleza. Outra seria a situação se seu tronco fosse mais grosso e inflexível.

“Como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações...” (Hb 3.7-8).

Muitos homens de corações endurecidos e dura cerviz deveriam seguir o exemplo das palmeiras. O Espírito, porém, chama-os a uma profunda e inadiável reflexão.

“Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo” (At 7.51).

Não são poucos os que oferecem resistência até na hora da morte. Estão surdos à voz de Deus, mas atentos à voz das trevas. Permanecem em seus tronos de orgulho e incredulidade. Como deuses de si mesmos, não admitem adorar o Deus verdadeiro. Não inclinam seus corações e muito menos seus joelhos diante do Criador. Mas Jesus continua insistindo em ser ouvido:

“Eis que estou à porta, e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Ap 3.20).

O nosso Salvador se oferece para entrar em nossas vidas. Deseja entrar na intimidade do nosso lar; ser nosso amigo, “Maravilhoso Conselheiro”. Não quer ser atendido como um visitante; não quer resolver apenas um problema qualquer e depois ser mandado embora. Quer comunhão permanente conosco. Quer permanecer em nossa casa, em nosso coração. Se a porta continuar fechada, não ouviremos a Sua voz. Disse Jesus:

“Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus” (Jo 8.44).

Exorto os corações petrificados para que abram seus ouvidos e escutem a voz de Deus. A Bíblia está repleta de advertências desse tipo:

“Daí ouvidos à minha voz e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem” (Jr 7.23).

Só podemos andar bem nesta vida se atendermos a esse chamado. As preocupações da vida não permitem um momento sequer de atenção Àquele que insiste em falar.
A Bíblia nos conta a história de um homem que só abrandou o coração quando estava pregado numa cruz. Jesus lhe assegurou salvação: “Hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23.43). Livrou-se do inferno na última hora. É necessário esperar o dia mau? Talvez seja tarde demais.
A exemplo das palmeiras, sejamos maleáveis à voz do Espírito. Jesus voltará, não mais para insistir em ser ouvido. Virá para buscar a Sua igreja. Aquele que é a Verdade, e que predisse a própria ressurreição ao terceiro dia, não mente quando diz:

“E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (Jo 14.3).



    (Consulta do site Estudos Bíblicos Gospel   Autor: Pr Airton Evangelista da Costa)
O Julgamento do Grande Trono Branco


As obras dos homens sob condenação serão consideradas por Deus como sendo 'trapos' de imundície, ou seja, que não pode justificar (não prestam para vestes). Todos que comparecerem diante de Deus no Grande Tribunal do Trono Branco estarão como nus, visto que não poderão cobrir a nudez com suas obras ( Is 59:6 ).

"Então vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele. Da presença dele fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se livros. Abriu-se outro livro, que é o da vida. Os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras" ( Ap 20:11 )

O Grande Trono Branco que João descreve no livro do Apocalipse, quando ele estava na ilha de Patmos, é tido por muitos como sendo o lugar onde se dará o Juízo Final. Muitos pensam que diante do Grande Trono Branco será descido quem será salvo ou não.
Porém, a bíblia demonstra que todos quantos comparecerem diante do Grande Trono Branco já foi condenado. Todos quantos comparecerem perante o Grande Trono Branco está perdido para sempre, isto por causa da condenação que se deu em Adão “Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação...” ( Rm 5:18 ).

Mas, se a humanidade já está condenada, qual é o propósito do Grande Trono Branco? Diante dele haverá o julgamento das obras de todos os homens que estão sob a ofensa, juízo e condenação de Adão.
O Livro de Jó, o livro mais antigo da bíblia, demonstra que Deus haveria de trazer os homens a juízo por causa de suas ações "Segundo a obra do homem, ele lhe paga, e faz a cada um segundo o seu caminho" ( Jó 34:11 ).

Muito tempo depois, Jeremias também deixou registrado: "Os teus olhos estão abertos sobre todos os caminhos dos filhos dos homens, para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações" ( Jr 32:19 ).
Sabemos que nada há que se esconda da presença de Deus e que Ele é perfeito juiz ( Hb 4:13 ). O Grande Trono Branco quando estabelecido trará a lume a medida da ira de Deus que os homens perdidos acumularam por ter um coração impenitente "Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus" ( Rm 2:5 ).

Com relação à salvação é certo que as obras dos homens de nada lhes aproveitarão diante do Grande Trono Branco, uma vez que, sem ser gerado de novo 'não há quem faça o bem' ( Sl 53:3 ). As obras dos homens sob condenação serão consideradas por Deus como sendo 'trapos' de imundície, ou seja, que não pode justificar (não prestam para vestes). Todos que comparecerem diante de Deus no Grande Tribunal do Trono Branco estarão como nus, visto que não poderão cobrir a nudez com suas obras ( Is 59:6 ).
A queda da humanidade em Adão trouxe condenação, separação, destituição da glória de Deus, ou seja, todos os homens pecaram. Isto porque a humanidade ‘entra’ por uma porta larga, que é Adão, e passa a trilhar um caminho espaçoso que conduz à perdição. Como sabemos, há somente dois caminhos, um de perdição e outro de salvação, e os homens que entraram por Adão terá um destino segundo ao caminho que trilham “...e faz a cada um segundo o seu caminho” ( Jr 32:19 ; Jó 34:11 )

As obras dos homens por serem destituídos da glória de Deus também ficaram comprometidas, pois as suas obras deixaram de ser feitas em Deus ( Jo 3:19 ). Quando o homem não está em Deus, conseqüentemente as suas obras não são feitas n'Ele. Por este motivo, os homens religiosos que confiam em suas ‘boas’ obras (ações) rejeitaram a Cristo, pois não compreendem que as suas obras más.
O que os homens sem Deus ignoram hoje, Deus haverá de revelar diante do Trono Branco, pois lá serão informados o quão reprováveis são as suas obras porque não foram realizadas em Deus.

Por que as obras dos homens sem Deus são más? São más por causa da condenação em Adão. Ao desobedecer à determinação divina, a natureza de Adão deixou de ser santa, justa e boa. Adão passou à condição de reprovável, condenável diante de Deus, e, por conseqüência, todas as suas obras passaram a ser reprováveis.
A condenação de Adão passou a todos os homens, e por isso Paulo disse: "Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram" ( Rm 5:12 ). A condenação decorrente de Adão comprometeu a natureza de toda humanidade, e, por conseguinte, todas as obras dos homens passaram a ser segundo a sua natureza: obras más.

Sobre este aspecto Jesus comparou os homens com as árvores: "Colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Do mesmo modo, toda árvore boa produz bons frutos, e toda árvore má produz frutos maus" ( Mt 7:16 -17).
Ou seja, somente através do evangelho é possível cortar a má árvore. Para que o homem venha produzir frutos bons é preciso estar ligado em Cristo, a videira verdadeira. Todos que permanecem em Cristo dão muito fruto. Fruto segundo a Oliveira Verdadeira, fruto bons! Pois as 'boas obras' somente são feitas em Deus, que as preparou de ante mão ( Ef 2:10 ; Jo 3:21 ).

As obras dos homens serão reprovadas diante do Trono Branco por não terem sido feitas em Deus. Por não aceitarem a Cristo, a Oliveira Verdadeira, as obras daqueles que comparecerem perante o Grande Trono Branco será reprovada ( Jo 15:5 ).
A religiosidade, a moralidade, a legalidade, o formalismo não aprovará ninguém diante do Trono Branco. Mesmo a melhor religião será reprovada diante de Deus, ou seja, mesmo a religião que se aplica em visitar órfãs e viúvas haverá de ser rejeitada. A única religião pura e imaculada para com Deus, que livra o homem de comparecer diante do Trono Branco é o guardar-se incontaminado do mundo, condição que só é possível alcançar quando se está em Cristo ( Tg 1:27 ; 1Ts 5:23 ).

A moral, a justiça humana, o comportamento regrado, as esmolas, os sacrifícios, não aproveitará ao homem quando comparecer perante o Justo juiz. Deus livra da tentação os piedosos, ou seja, aqueles que estão salvos em Cristo, mas os injustos são reservados para o dia do juízo, quando receberão o veredicto acerca de suas obras e seguiram para a perdição eterna "Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados" ( 2Pe 2:9 ; Rm 2:6 ).

Por isso Paulo diz:
"(Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação)" ( 2Co 6:2 ) (grifo nosso)

No último dia, perante o Trono Branco, o homem não será aceito diante de Deus, pois hoje é o tempo aceitável, o dia de salvação.
  Salmo  23  -  O Bom Pastor

Cristo é a fonte de água que jorra para a vida eterna ( Jo 4:14 ). Ele também é o pão vivo que desceu dos céus ( Jo 6:51 ). Quem crê em Cristo passa a viver especificamente da palavra que sai da boca de Deus ( Jo 6:58 )! Para as ovelhas, os verdes pastos (pão) e a água perene (vida eterna) são suficientes para a subsistência, ou seja, de nada tem falta ( Ef 1:3 ; 1Co 1:5 ; 2Pe 1:3 ).

Não podemos esquecer que os salmos são profecias, conforme lemos em 1Cr 25:1 : “E DAVI, juntamente com os capitães do exército, separou para o ministério os filhos de Asafe, e de Hemã, e de Jedutum, para profetizarem com harpas, com címbalos, e com saltérios; e este foi o número dos homens aptos para a obra do seu ministério”.
Para entendermos a composição do Salmo 23, faz-se necessário entendermos o verso 1 do salmo 110, que diz: “DISSE o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés” ( Sl 110:1 ).
Este salmo foi citado por Jesus ao interrogar os fariseus, que não souberam responde-lo. Acompanhe a narração do evangelista Mateus: “E, estando reunidos os fariseus, interrogou-os Jesus, Dizendo: Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Eles disseram-lhe: De Davi. Disse-lhes ele: Como é então que Davi, em espírito, lhe chama Senhor, dizendo: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, Até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés? Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é seu filho? E ninguém podia responder-lhe uma palavra; nem desde aquele dia ousou mais alguém interrogá-lo” ( Mt 22:41 -43).
Após a exposição de Cristo, é possível definir que Cristo, o filho de Davi, é o Senhor que se assentou a destra da Majestade nas alturas ( Hb 1:3 ). Ora, o Senhor Jesus interpretou o Salmo 110, demonstrando que Davi, ao profetizar, lhe chamou de Senhor.
No salmo 110, verso 1, Davi chamou o Messias de Senhor dizendo: ‘... meu Senhor...”. Em espírito Davi ouviu o 'Senhor' (o Pai) dizer ao 'seu Senhor' (o Filho) para se assentar a sua mão direita e aguardar um período de tempo determinado: até que os seus inimigos fossem postos por escabelos dos seus pés.

Agora, estamos de posse de alguns elementos que nos auxiliarão na interpretação do Salmo 23.

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará”

Levando-se em conta o Salmo 110, de qual Senhor o salmista declarou: “O Senhor é o meu pastor...” ?( Sl 23:1 ). Do Pai ou do Filho?

No Salmo 110, Davi ‘em espírito’ chamou o Filho de ‘meu Senhor’, e no Salmo 23 ele aponta para o seu (meu) Senhor, o Pastor.

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará” ( Sl 23:1 );

“DISSE o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés” ( Sl 110:1 ).

Vemos na plenitude dos tempos, o Senhor Jesus Cristo anunciar ser o Pastor há muito predito pelo salmista Davi, quando disse: "Eu sou o bom Pastor... " ( Jo 10:11 e Jo 10:14 ; Ef 1:10 ; Gl 4:4 ).

O Pastor do Salmo 23 é o Senhor que se assentou à destra do Altíssimo quando retornou a sua glória, conforme o que foi predito no Salmo 110 ( Jo 17:1 ).

Por que Jesus utilizou o predicativo ‘bom’ ao identificar-se como o Pastor do Salmo 23? Porque Ele é o Verbo de Deus encarnado ( Jo 1:14 ), o Deus Altíssimo ( Is 57:15 ), o Senhor entronizado conforme prediz o Salmo 45: “O Teu trono, ó Deus, é eterno e perpétuo; o cetro do teu reino é um cetro de equidade. Tu amas a retidão e odeias a impiedade; portanto Deus, o teu Deus te ungiu com o óleo de alegria, mais do que a teus companheiros” ( Sl 45:6 -7).

Compare:

“DISSE o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés” ( Sl 110:1 ).

“O Teu trono, ó Deus, é eterno e perpétuo (...); portanto Deus, o teu Deus te ungiu com o óleo de alegria, mais do que a teus companheiros” ( Sl 45:6 -7).

No salmo 45 Jesus é apresentado pelo salmista no reino da sua glória, o Senhor Deus que reina com justiça e equidade, do mesmo modo que foi apresentado no salmo 110 em igualdade com o Pai. O escritor aos Hebreus destaca este fato: “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino” ( Hb 1:8 ).

Sem sombras de dúvidas Jesus Cristo é o bom Pastor, visto que:

Somente Deus é bom "Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus" ( Lc 18:19 ), e;

Deus e Cristo são um "Eu e o Pai somos um" ( Jo 10:30 ), conforme o estabelecido na eternidade: "Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e ele me será por Filho?" ( Hb 1:5 ).

O salmo 23 através da declaração ‘nada me faltará’ apresenta o predicativo ‘bom’ pertinente ao Pastor. Quando lemos que ‘nada faltará’ a ‘ovelha’, é certo que o Pastor é bom.

Os que recebem a Cristo como Pastor em tudo têm toda suficiência, ou seja, de '... nada têm falta'! "Temei ao SENHOR, vós, os seus santos, pois nada falta aos que o temem" ( Sl 34:9 ; 2Co 9:8 ).

Há os que pensam que a promessa de que ‘nada faltará’ àqueles que têm a Cristo como Senhor lhes proporcionará farturas de bens materiais aqui neste mundo, porém enfatuados estão em suas mentes carnais.

O apóstolo Paulo explica que Deus é poderoso para fazer abundar toda graça com o objetivo de que os cristãos tenham sempre, em tudo, toda suficiência. A promessa é que os cristãos terão fartura (abundeis) em toda boa obra, e não em riquezas materiais.

Aquele que tem Cristo como Pastor (meu), é ovelha do seu aprisco "As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem" ( Jo 10:27 ). Entram no aprisco do Senhor e encontraram paz e descanso para a suas almas ( Mt 11:29 ), porém, as aflições deste mundo persistem ( Jo 16:33 ).

A condição da ovelha do bom pastor é perene, visto que de nada tem falta hoje e nada há de faltar no futuro. O verbo no futuro não é uma promessa para o futuro, antes conota provisão agora e para sempre.

“Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome”

Jesus anunciou ser:

A Porta – ‘Eu sou a porta’ ( Jo 10:9 ) – Ou seja, Cristo é a porta das ovelhas, pela qual os homens que ouvirem a sua voz necessitam entrar para serem salvos ( Mt 7:13 );

O Bom Pastor ( Sl 10:11 ) - ‘Eu sou o bom Pastor’ ( Jo 10:11 ) – Aquele que dá a sua vida em prol das ovelhas.

Aqueles que entram por Cristo, a porta estreita, são comparados a ovelhas, visto que o Pastor é quem guia pelas veredas eternas. Ora, qualquer que entra pela porta estreita que é Cristo, está num caminho estreito que o conduz a vida eterna “Mas estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz para a vida...” ( Mt 7:14 ), e encontra descanso (deitar-me) para a alma ( Mt 11:29 ).

Ora, tanto a figura do ‘caminho apertado’, quanto à figura do ‘Bom Pastor’ é Cristo, duas parábolas que ilustram como se dá a salvação em Cristo, visto que:

‘o caminho apertado’ conduz o homem a Vida, e;

O Bom Pastor conduz ‘as ovelhas’ as águas tranqüilas.

A confiança no ‘Bom Pastor’ vem expresso na frase ‘nada me faltará’. Qualquer que crê em Cristo de nada tem falta e alcança o descanso prometido.

“Deitar em verdes pastos” refere-se ao descanso prometido por Cristo: "Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas" ( Mt 11:29 ).

Aquele que confia em Cristo encontra descanso, conforme o escritor aos Hebreus escreveu: “Ora, nós que temos crido, entramos no descanso...” ( Hb 4:3 ). Após crer no Bom Pastor, que é Cristo Jesus, as suas 'ovelhas' descansam, pois é Ele quem guia as 'ovelhas' em segurança às águas tranqüilas (vida eterna).

Cristo é a fonte de água que jorra para a vida eterna ( Jo 4:14 ). Ele também é o pão vivo que desceu dos céus ( Jo 6:51 ). Quem crê em Cristo passa a viver especificamente da palavra que sai da boca de Deus ( Jo 6:58 )!

Para as ovelhas, os verdes pastos (pão) e a água perene (vida eterna) são suficientes para a subsistência, ou seja, de nada tem falta ( Ef 1:3 ; 1Co 1:5 ; 2Pe 1:3 ).

A confiança em Cristo como pastor proporciona aos seus seguidores descanso, segurança e refrigério. Tal condição é descrita pelo apóstolo Paulo como ‘estar assentado’ em Cristo Jesus nas regiões celestiais ( Ef 1:3 ).

Jesus, o Bom Pastor, é o caminho de Justiça que conduz os homens a Deus "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" ( Jo 14:6 ). Somente trilham o novo e vivo caminho aqueles que são nascidos da água (palavra) e do Espírito (Deus) ( Hb 10:20 ).

O salmista Davi enumerou através do Salmo 23 algumas das características da salvação de Deus em Cristo: Descanso (deitar-me); segurança (guia-me) e refrigério (águas tranqüilas) ( Sl 23:2 -3).

Em Cristo o homem está seguro, pois tudo Ele fará pelo amor do seu nome "Não obstante, ele os salvou por amor do seu nome, para fazer conhecido o seu poder" ( Sl 106:8 ).

A salvação não é proveniente de méritos ou sentimentos próprios aos homens, antes a salvação decorre do poder de Deus, que salva o homem segundo o seu beneplácito ( Ef 1:9 ). A salvação é proveniente da fé (evangelho) que produz no homem confiança (fé) ( Rm 1:17 ).

“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo”

Mesmo que seja necessário andar ‘pelo vale da sombra da morte’, a segurança daqueles que confiam em Cristo, o Bom Pastor, não se abala. Por quê? A resposta decorre da fidelidade de Deus, pois Ele prometeu estar com os que confiam todos os dias ( Mt 28:20 ).

A confiança do Cristão vem expressa na frase ‘... porque tu estais comigo’. Qualquer que está em Cristo lança fora o medo, pois "No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor" ( 1Jo 4:18 ).

Qualquer que teme é porque não conhece a largura, a profundidade, a altura e o comprimento do amor de Deus ( Ef 3:17 ). Desconhece que Cristo habita pela fé no coração dos que lançam fora o medo proveniente da servidão ao pecado ( Jo 14:23 ; Hb 10:19 ).

O medo é pertinente aos que estão sujeitos a servidão ( Hb 2:15 ), pois todos que tem o ‘Bom Pastor’ como Senhor foram transportados das trevas para o reino do Filho do amor de Deus ( Cl 1:13 ).

Todos quantos tem o Senhor Jesus como Pastor desceram as regiões da morte quando foram crucificados e sepultados com Cristo ( Rm 6:6 ), porém, ressurgiram vitoriosos em Cristo, sendo criados de novo em verdadeira justiça e santidade.

O bordão e o cajado do Pastor constituem-se em amparo para os que nele confiam. O bordão é uma vara curta e o cajado uma vara longa com um gancho numa das extremidades. Este serve para trazer a ovelha para junto do pastor e aquela para guiá-la.

As palavras do Pastor, a verdade do evangelho, desempenham a função da vara e do cajado: guia, correção e consolo ( Jo 10:4 ; Jo 5:24 ).

“a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda”

É o Senhor quem peleja em favor daqueles que crêem no bom Pastor ( Ex 14:14 ). Quantos inimigos o Senhor Jesus derrotou na sua morte? O mundo, a carne, o pecado, satanás e as potestades!

Diante dos inimigos é necessário a ovelha ser participante da mesa do Senhor! E pelo Senhor os cristãos são mais que vencedores ( Rm 8:37 ), porém, necessitam participar da mesa preparada para que possam se fortalecer no Senhor e na força do seu poder ( Ef 6:10 ).

Qual o poder de Deus? Ora, o evangelho é o poder de Deus, para todo que crê "E qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder" ( Ef 1:19 ; Rm 1:16 ; Jo 1:12 ; 1Co 1:24 ).

A mesa preparada (banquete) na presença dos inimigos equivale à figura da vara e do cajado que consolam. Como o Pastor guia as ovelhas às águas? Como conduz por veredas de justiça? Através do bordão e do cajado.

O escritor aos Hebreus alerta que Deus falou de muitas maneiras (até mesmo pelo Filho), portanto, o Cristão deve atentar para o que já foi anunciado, para que não se desvie ( Hb 1:1 e Hb 2:1 ).

Qualquer que ouve a palavra do Senhor alimenta-se do que é bom. Torna-se participante do banquete (mesa) do Senhor ( Hb 4:2 ; Is 55:2 -3). Por que o banquete é na presença dos inimigos? Por que não temos que lutar contra carne e sangue, antes contras os principados, contra as potestades, contras os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nos lugares celestiais.

Ora, as ovelhas descansam nos prados verdejantes, que é o banquete preparado pelo Pastor. E é neste lugar maravilhoso em que as ovelhas descansam que permanecem na presença dos inimigos, pois o adversário fica ao derredor "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar" ( 1Pe 5:8 ).

E onde se dá a batalha do Cristão? Nas regiões celestiais, ou seja, em pastos verdejantes! Enquanto participa da mesa do Senhor (assentado nas regiões celestiais) o cristão luta contra os inimigos (nas regiões celestes). A luta se dá onde o cristão está assentado, repousando ( Ef 1:3 ; Ef 2:6 e Ef 6:12)!

E qual o teor da batalha? É estar revestido da armadura de Deus (participando da mesa) que é a verdade do evangelho ( Ef 6:13 ), para que possa lutar pela fé que uma vez foi dada aos santos ( Jd 1:3 ; Fl 1:27 ).

A unção com óleo era uma prática comum na palestina, e neste caso demonstra que a ‘ovelha’ é convidada do ‘Pastor’. A unção (eleição, escolha) do Senhor permanece sobre os que recebem a Cristo por Pastor.

Assim como o cálice ‘transborda’, significa que aqueles que se alimenta da carne e do sangue de Cristo estão plenos d'Ele "Da sua plenitude todos nós recebemos graça sobre graça" ( Jo 1:16 ; Cl 2:10 ).

“Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias”

As ovelhas do rebanho do Senhor estarão protegidas todos os dias pela bondade e pela misericórdia do Bom Pastor.

A Bondade e a Misericórdia estão com as ovelhas do aprisco do Senhor, ou seja, Ele permanecerá com elas. Se algo ‘segue’ todos os dias da vida é porque está junto, unido.

É por isso que o escritor aos Hebreus diz: “Seguia a paz com todos, e a santificação, sem a santificação ninguém verá o Senhor” ( Hb 12:16 ). Muitos pensam que é necessário o cristão aplicar-se a seguir a Cristo, porém, o Salmo demonstra que a bondade e a misericórdia é que seguirá as ovelhas do Senhor.

Ora, seguir a santificação é o mesmo que seguir a justiça, a fé, o amor e a paz ( 2Tm 2:22 ). Observe que devemos seguir a Cristo, a nossa santificação ( 1Co 1:30 ), juntamente com todos que invocam ao Senhor.

Como seguir a santificação? Ora, basta crer em Cristo que o homem adquire um novo coração puro ( Sl 51:10 ), onde Deus, que é Bondade e Misericórdia, habita ( Is 51:17 ; Is 57:15 ).

As "ovelhas" habitarão para sempre com o Bom Pastor, pois são templo e morada do Espírito ( Jo 14:3 ).

Observe que a santificação não é progressiva pelo fato de o cristão seguir a santificação, visto que também seria progressiva a justiça, a fé, o amor e a paz ( 2Tm 2:22 ).

Ora, se o cristão deve seguir a paz juntamente com todos que invocam a Cristo como Senhor, é certo que seguirá a santificação, a fé, o amor, a misericórdia a benignidade, a justiça, etc.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

"Aprendendo com a Águia

 A  Águia

A águia é uma ave que chega viver até 70 anos. Mas, Para chegar a essa idade, ela tem de tomar uma séria e difícil decisão por volta dos 40 anos. Nessa idade, ela está com as unhas compridas e flexíveis, não conseguindo mais caçar suas presas para se alimentar: seu bico alongado e pontiagudo já está curvo; suas asas estão apertando contra o peito, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas: e voar já está se tornando uma terfa difícil! Então, a águia só tem duas alternativas: morrer...ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias.

Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e recolher-se em um ninho próximo a um paredão, onde ela não necessite voar.


Após encontar esse lugar, a águia começa a bater com o bico contra a rocha até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E somente depois de cinco meses ela sai para seu famoso vôo de renovação. E poderá viver, então, por mais uns trinta anos.


Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos despreender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causam dor. Somente quando nos livramos do peso do passado é que podemos aproveitar o resultado valioso que uma auto-renovação sempre traz.



Agradecimento !

   Eu,gostaria de agradecer a todos os irmãos da Assembléia de Deus do Ministério de Santos,ao pastor, a mocidade e ao casal Lucivaldo e Simone que nos fez o convite para levar a palavra de Deus no dia 25/10 no culto dos jovens,na congregação da rua 8 no Jardim Rio Branco-SV. Desde já quero parabenizar todos vocês pelo trabalho apresentado onde vimos o Senhor operar grandemente na vida de todos que estiveram ali naquele culto abençoado,foi uma maravilha dos céus os louvores dos jovens,os muitos versículos que foram expressados por muitos, realmente foi um trabalho lindo,além do mais tudo se realiza com a salvação de várias pessoas que se entregaram ao Senhor Jesus após a mensagem final. Sabemos que tudo isso é fruto de um trabalho que é dedicado de coração ao Senhor e a sua obra! Que Deus continue abençoando à todos vocês ao pastor e a sua amada congregação fica na paz do Senhor !!!

Culto em Favor da Família

  Domingo dia 01 de Novembro será o início da Poderosa Campanha em favor do lar e da família,
 Tema:  O meu lar nas Mãos de Deus presença do Diácono Valderi e vários pastores pregando    
a palavra de Deus e orando em favor da sua família !

   Realização: Igreja Assembléia de Deus Ministério do Belém  
   Endereço: Av. Deputado Ulisses Guimarães,777 - Jardim Rio Branco - São Vicente / SP.

Grande Concentração de Poder do Espírito Santo !

  •     PASTOR MARCO FELICIANO  DIA 04 DE DEZEMBRO, ESTARÁ NA IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DO BELÉM EM SANTOS NESTE ENDEREÇO: AV. SIQUEIRA CAMPOS, 161 MACUCO - SANTOS /SP